30 de setembro de 2011

Também recomendo....

UMA FLOR HORROROSA


O parque estava quase deserto quando me sentei num banco embaixo dos ramos de um velho carvalho, desiludido da vida, com boas razões para chorar, pois parecia que o mundo estava conspirando contra mim.
Eu queria ficar só, mas, um garoto ofegante se chegou, cansado de brincar, parou na minha frente, cabeça pendente, e, cheio de orgulho, disse-me:
- Veja o que encontrei, e estendeu em minha direção uma flor horrosamente decaída, macetada, nas últimas.
Querendo me ver livre do garoto o quanto antes, fingi um pálido sorriso e tentei iniciar a leitura de um livro de auto-ajuda, mas, ao invés de ir embora, ele se sentou ao meu lado, levou a flor ao nariz e disse:
- O seu cheiro é ótimo. Fique com ela!
Então, estendi minha mão para pegá-la e respondi com ironia:
- Obrigado, menino, essa flor era tudo o que eu precisava para completar o meu dia.
Mas, ao invés de estender o braço, ele manteve a flor no ar, para que eu a pegasse de suas mãos. Nessa hora notei, pela primeira vez, que o garoto era cego.
- De nada, disse ele sorrindo, feliz por ter feito uma boa ação.
Uma ação tão boa que me fez ver a mediocridade dos meus pensamentos e das minhas atitudes diante dos reveses da vida.


Bem-aventurados os olhos
que vêem o que vós vedes.
Lucas 10.23


Créditos: Site do pastor

29 de setembro de 2011

O silêncio dos bons...

Este filme eu recomendo...

UMA NOTA DE ALEGRIA


Certa vez perguntaram ao compositor alemão Franz Joseph Haydn qual a razão de suas composições sacras serem tão alegres.
Ele respondeu:
- Não posso fazê-las de outro modo. Quando penso em Deus e em Sua graça manifestada em Jesus Cristo, meu coração fica tão cheio de alegria que as notas parecem saltar e dançar da pena com que escrevo. Já que Deus me tem dado um coração alegre, deve ser-me permitido servi-lo com alegria.


Servi ao Senhor com alegria,
e apresentai-vos a ele com cântico.
Salmo 100.2

Créditos: Site do pastor

28 de setembro de 2011

Aconteceu no Belenzinho....

Dia 18 de Setembro Encontro das Crianças: 15 mil crianças homenagearam Centenário com muita alegria
Irmã Marta (responsável pelo evento) e Tia Jô Bentes

Teve até replica do navio que trouxe os pioneiros da Assembléia de Deus


Você precisa conferir...

23 de setembro de 2011

21 de setembro de 2011


Criando os filhos no caminho de Deus – parte 20

Livro de Kathi Hudson - CPAD


Habilidades de Estudo: Chaves para o Aprendizado

Para alcançar o sucesso, nossos filhos precisam desenvolver e usar os talentos que Deus lhes concedeu, a fim de glorificá-lo. O primeiro passo neste processo é o aprendizado — aprender a ler e escrever, aprender sobre o Senhor e sua vontade através do estudo bíblico, tornando-se auto-disciplinados e capazes de organizarem-se de maneira adequada.
Conheço muitas crianças brilhantes, com um excelente potencial, que simplesmente não foram bem-sucedidas devido à falta de aprendizado das habilidades básicas para organizar e usar o material adequado. Seus planos falharam porque não houve planejamento. Você deve conhecer adultos que se encaixam nesta descrição.
As habilidades de estudo não são úteis apenas para auxiliar seus filhos na escola ou ajudá-los a passar no próximo teste (embora a realização acadêmica seja um benefício importante). As boas habilidades de estudo têm sustentado minha carreira, meus afazeres (tais como organizar e redecorar a casa) e, principalmente, meu crescimento espiritual. Uma boa habilidade de estudo surtirá efeito direto ou indireto no sucesso de cada área da vida de seu filho.
Enquanto muitas escolas tentam desenvolver estas importantes habilidades, creio que elas devem ser ensinadas e reforçadas em casa. As habilidades de estudo não podem ser desenvolvidas em um curso semanal; são necessários lembretes e monitoramento consistente. A maioria dos professores não tem tempo para prover este reforço individual aos estudantes. Você pode muito bem encorajá-los em casa. Como qualquer coisa repetida com o passar do tempo, seu filho desenvolverá o hábito de planejar e ser organizado.
Quais são as habilidades de estudo? Daremos uma breve olhada em vários aspectos, oferecendo algumas dicas práticas. Se você precisar de mais informação, consulte sua livraria evangélica local para obter materiais sobre o desenvolvimento de habilidades. No capítulo anterior falamos sobre leitura, uma das habilidades de estudo mais importantes para seu filho. Este capítulo abrange:
Planejamento.
Gerenciamento de tempo.
Organização.
Escrita.
Estratégias de estudo.

20 de setembro de 2011


Criando os filhos no caminho de Deus – parte 19

Livro de Kathi Hudson - CPAD


Autocontrole Responsável

Os Estados Unidos baseiam-se no princípio do auto-governo, no qual cada pessoa governa suas próprias ações.
Estabelecemos o futuro da civilização americana, não sobre o poder do governo, longe disto. Estabelecemos o futuro de todas as instituições políticas sobre a capacidade humana de autocontrole; sobre a capacidade de cada um e de todos nós governarmos a nós mesmos de acordo com os Dez Mandamentos de Deus. (James Madison, "o pai da constituição")
Não seria maravilhoso se pudéssemos fazer com que nossa família agisse desta forma (de maneira mais eficiente que os EUA, é claro)! De fato, esta é maneira como o povo de Deus deve agir, pois cada um é responsável perante o Senhor pelos seus comportamentos e escolhas. Definitivamente, somos responsáveis por todas as coisas que acontecem em nossas vidas.

Autocontrole
Deus nos dá talentos e habilidades para desenvolvermos e usarmos, sem desperdícios. Ele dirige minha vida, mas sou responsável pelo gerenciamento dela. Temos a liberdade de escolher obedecer ou não. Porém, nosso objetivo é treinar nossos filhos para escolherem obedecer ao Senhor.
Como mencionado por James Madison, o sucesso de nosso país depende da habilidade de autocontrole de cada cidadão e do seu sucesso individual. O autocontrole é a chave para realizar qualquer coisa.
Deus deseja que sejamos bem-sucedidos. Ele nos deu seu Espírito, a fim de assegurar nosso sucesso e nos habilitar em sua vontade, tornando-nos aptos a produzir frutos e sermos sal e luz neste mundo.
Deus nos concedeu a capacidade de sermos bem-sucedidos ao vivermos nossa vida para Ele. E cada um de nós é responsável por suas escolhas, decisões e compromissos no trabalho do Senhor, tirando o melhor proveito da vida que Ele nos deu.
Quando uma criança auto-controla sua vida de maneira responsável e procura objetivos ou algo que possa fazer, ela terá uma atitude positiva dizendo: "Eu posso!"; "Eu conseguirei!"; "Eu fiz"!
Cada pessoa precisa estabelecer seus próprios objetivos, planos e ser persistente em suas ações; em outras palavras, cada uma delas precisa gerenciar o curso de sua vida. Somos administradores de nosso tempo na Terra, assim como administradores de nossas finanças. Deus as controla; nós as gerenciamos. Deus coloca em nós o desejo de realizar, e Ele espera que o coloquemos em prol de sua obra.
O auto-gerenciamento é um conceito que as crianças devem dominar, uma vez que ele é a chave para realizar qualquer coisa.

18 de setembro de 2011


Criando os filhos no caminho de Deus – parte 18

Livro de Kathi Hudson - CPAD


Disciplina: Além da Punição

Ao ouvir a palavra disciplinar, qual o primeiro significado que lhe vem à mente? Muitos pensam rapidamente em imagens de espancamento, castigo de ficar em pé olhando para a parede ou privação das atividades favoritas. Na verdade, a definição correta, segundo o Dicionário Aurélio, é "fazer, obedecer ou ceder. Acomodar; sujeitar; corrigir".
A palavra disciplinar vem do latim discipulus, de onde também provém a tão conhecida palavra discípulo. Que imagens a palavra discípulo traz à sua mente? Os 12 fiéis seguidores de Jesus, dedicados a seguir seu caminho e aprender com Ele? Perspectiva um tanto diferente da que pensamos para nossos filhos, não?
Neste capítulo, falaremos sobre correção e punição, porém, nosso foco será o discipulado. A definição para disciplinar é "treinamento que desenvolve o autocontrole, caráter, bom comportamento e eficiência". Não é o que realmente desejamos para nossos filhos, mesmo através da correção?

Disciplinando Nossos Filhos
Cada um de nós ocupa, como pais, uma poderosa posição de grande responsabilidade. Deus tem nos confiado seus preciosos pequeninos, para ajudá-los a tornarem-se tudo que o Senhor deseja que sejam. Particularmente, quando nossos filhos são pequenos, olham para nós como se fôssemos Deus. Eles reparam em cada atitude nossa e fiam-se em cada palavra. Seu desejo é ser assim como papai e mamãe. Isto assemelha-se à maneira como os discípulos de Jesus, seus filhos no Senhor, olhavam para Ele. Que tremenda responsabilidade temos em treinar estes pequeninos!
Quando o Senhor nos dá uma tarefa, sempre nos direciona para a maneira como gostaria que a executássemos. No caso do discipulado de nossos filhos, Ele tem nos dado não apenas o exemplo de Jesus e seus discípulos, mas várias instruções específicas direcionadas aos pais, através da Bíblia. Neste livro, estamos abordando a maioria destas instruções. Realmente, o discipulado une todos os princípios que temos aprendido, uma vez que é o processo de treinamento de nossos filhos.
Vejamos alguns elementos-chaves do treinamento de Cristo para seus seguidores:
Ele deu exemplo de bom comportamento a ser seguido.
Ele os instruiu nos caminhos do Senhor e usou a vida como sala de aula.
Ele ajudou-os a compreender corretamente o sucesso cristão em oposição ao sucesso mundano e chamou-os para abandonar seus tesouros terrenos e segui-lo, fazendo de sua caminhada cristã uma prioridade.
Ele os ensinou a orar e fazer da oração e do ensinamento bíblico parte de suas vidas diárias.
Ele partilhou sabedoria e ensinou-lhes a vontade de Deus.
Ele encorajou os discípulos, permitindo que falhassem em alguns momentos, e ajudou-os a aprender através de suas fraquezas.
Ele foi perfeitamente consistente.
Parece familiar? Estes são os conceitos que temos abordado neste livro — elementos-chaves para treinar nossos filhos com sucesso. Prefiro abordar a disciplina separadamente do processo de treinamento, pois muitas pessoas igualam-na à punição. Porém, ela é paralela ao processo de treinamento e ambas estão relacionadas. O treinamento é parte integrante da disciplina e vice-versa.
Para treinarmos nossos filhos com eficiência, precisamos seguir o exemplo do treinamento de Cristo com seus discípulos.

Por que Disciplina?
Precisamos observar a disciplina em duas categorias principais. Primeiro, a disciplina que conferimos aos nossos filhos, a qual inclui exemplo, ensino, e também a correção.
Segundo, precisamos ajudar nossos filhos a desenvolver a autodisciplina. Todos nós reconhecemos que é visivelmente impossível forçá-los a comportar-se da maneira como gostaríamos e a ser responsáveis e obedientes. Caso seja este o seu plano para fazer de seu filho um sucesso, detesto ser a portadora das más notícias: isto não vai dar certo! Durante algum tempo, pode parecer estar dando certo, mas quando seu filho chegar à fase adulta, viverá exatamente como desejar.
Nosso objetivo é treinar e equipar os filhos, para que possam lidar com a independência de maneira cristã, a fim de poderem estar no piloto automático! Queremos desenvolver em nossos filhos o caráter santo que os habilitará a ser um sucesso.
Já ouvi o ditado: "Caráter é quem você é, quando não há ninguém por perto." Esta é uma ótima definição!

17 de setembro de 2011

AmO...

Pra recordar este dia lindo...

Criando os filhos no caminho de Deus – parte 17

Livro de Kathi Hudson - CPAD


Ajudando Seu Filho a Lidar com o Fracasso

Thomas Edison foi escarnecido por testar, sem sucesso, cerca de cinco mil materiais para realizar seu grande sonho: a lâmpada incandescente. "Você falhou cinco mil vezes", disse um crítico de sua época. "Eu não falhei", respondeu Edison. "Descobri cinco mil materiais que não funcionarão".
Thomas Edison sabia como lidar com as pessoas que percebiam seus fracassos. Imagino que você também precisaria ser muito bom para ver nos obstáculos oportunidades para um cientista ou pesquisador, não é? Mas, se não houvesse pessoas de grande visão como ele, que continuou tentando após muitos aparentes fracassos, faltariam-nos as tecnologias médicas necessárias e convenientes de hoje.
Esta lição ensina que o fracasso nos direciona para o sucesso quando aprendemos com nossos erros e continuamos tentando! É necessário muito esforço para que haja realização!
Zig Ziglar define muito bem:
A chave para o sucesso está em saber como tirar proveito dos fracassos.
Assistir ao fracasso dos filhos é um dos momentos mais difíceis para os pais. Ver aqueles olhinhos derrotados e ombros caídos é quase que fisicamente doloroso. Oh, isto pode causar muita tristeza!
É muito tentador e natural que tentemos proteger nossos filhos do fracasso: "Se pudessem ser bem-sucedidos em todas as suas tentativas"! Mas será que isto seria benéfico para a criança? Queremos que nossos filhos cresçam e tornem-se maduros; mas o fracasso é uma parte vital deste processo, por mais doloroso que pareça. Certamente, não precisamos ser causadores de derrotas para ajudar no crescimento de nossos filhos; eles encontrarão inúmeras dificuldades por si mesmos em sua jornada de vida.
Em Romanos 5.3 vemos o propósito do fracasso:
Podemos nos alegrar, igualmente, quando nos encontrarmos diante de problemas e lutas pois sabemos que tudo isto é bom para nós...
O versículo prossegue dizendo:
... e a paciência desenvolve em nós a força de caráter, e nos ajuda a confiar mais em Deus cada vez que a utilizamos, até que finalmente a nossa esperança e a nossa fé fiquem fortes e sólidas. (Rm 5.4, A Bíblia Viva)
Não é este o objetivo para nossos filhos? Que desenvolvam caráter interior, aprendam a confiar em Deus, desenvolvendo qualidades firmes e fortes como esperança e fé? Sinto muito, Paulo diz que o fracasso, as dificuldades e lutas constituem o primeiro passo deste processo de crescimento. Eu não gostaria que fosse assim, mas olhando para minha vida, posso assegurar a veracidade destas palavras.
Todos nós desejamos proteger nossos filhos das dificuldades, dores e frustrações. Mas algumas vezes, estes "negativos" são requisitos necessários para que ocorra o positivo. Privar nossos filhos de estabelecer um objetivo que não estão aptos a alcançar, em um esforço para protegê-los do fracasso, pode não ser um favor para eles.
Momentos difíceis desenvolvem o caráter, isto é o que nos mantêm firmes.
Curiosamente, evitar o fracasso é uma de minhas maiores falhas de caráter. Apesar do encorajamento de meus pais, nunca tentei ser representante de classe, tinha medo de não conseguir. Cheguei até mesmo a deixar por algum tempo o meu ministério para não tentar ser uma escritora, porque temia a falha.
É claro que eu nunca contei este medo. Sempre fiz uma lista de razões lógicas para justificar minhas atitudes. Porém, lá no fundo eu queria tentar, mas era medrosa.

Criando os filhos no caminho de Deus – parte 16

Livro de Kathi Hudson - CPAD


A Arte do Encorajamento

O encorajamento é, talvez, a maneira mais importante e mais difícil de ajudar nossos filhos.
O próprio conceito de encorajamento pode ser desanimador. Qual o seu significado? Como posso construí-lo? Ele encaixa-se àquele velho ditado: "Mais fácil dizer do que fazer". Sua arte é natural em poucas pessoas. Logo, precisamos desenvolver tal habilidade e trabalhar este comportamento cristão. Sim, acredito no encorajamento dos indivíduos. Encorajar nossos filhos, por exemplo, significa construir sua confiança, ajudando-os a desenvolver a fé e habilitando-os a lidar com os fracassos — três componentes vitais para a boa paternidade.
Nosso Pai celestial é o Pai perfeito; Ele exemplifica a arte do encorajamento. Quem dentre nós já não clamou a Deus e consultou as Escrituras em busca desta virtude? Já não fomos encorajados vez após outra através da Palavra confortante do Senhor e da sensação de estarmos envolvidos por seu amor? Muitas vezes, é este encorajamento que nos dá força para prosseguir, pois levanta nossas asas e nos mantém flutuando.
Minha passagem favorita encontra-se em Isaías 40.29
Dá vigor ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os jovens certamente cairão. Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas força subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão.
Eu costumava ter esta mensagem escrita em meu porta-chaves, e deparava-me com ela muitas vezes por dia apenas para aumentar minha coragem. É claro que estas palavras estavam em meu coração, assim, tudo o que dl via fazer era olhar o porta-chaves, e a passagem fluía em meu pensamento. Eu também recorria a este versículo quando faltavam-me forças humanas, o que parece açor tecer com mais freqüência ultimamente! Com o Senhor: fortalecendo, posso "subir com asas como águias"! Que encorajamento!

O Encorajamento Vem do Senhor
Nosso Pai celestial é um Deus de encorajamento A Bíblia Viva diz em Romanos 15.5:
Que Deus, Aquele que dá a paciência, constância e ânimo, possa ajudá-los a viver em completa harmonia uns com os outros — cada um tendo para com o outro a mesma atitude de Cristo.
Deus nos encoraja e, em troca, deseja que encorajemos aos outros. Encorajamento, assim como amor, precisam sei compartilhados. Em 1 Tessalonicenses 5.11 lemos: "Pelo que exortai-vos uns aos outros e edificai-vos uns aos outros".
Como já aprendemos, viver uma vida cristã bem-sucedida requer obediência a Deus. Algumas vezes, ela requer coragem! Mas nosso Deus é nosso encorajador. Leia a história de Daniel (Dn 6). Como você enfrentaria os desafios que ele enfrentou? Daniel era um grande e bem-sucedido homem de Deus. Alguns tinham inveja dele, por isso armaram um plano para tentar forçá-lo a desobedecer ao Senhor. Suas tentativas foram um fracasso, pois Daniel sabia que o Pai seria fiel devido à sua obediência. E assim o livrou da cova dos leões.
Se lhe obedecermos, Deus nos será fiel também. Podemos receber coragem e confiança através desta passagem. O Senhor usa as Escrituras para nos encorajar; logo, precisamos conhecer profundamente a Bíblia se desejamos possuir esta virtude e transmiti-la a nossos filhos, educando-os na Palavra. Daniel 11.32 (A Bíblia Viva) nos diz: "As pessoas que conhecem o seu Deus serão corajosas e farão grandes coisas". O conhecimento é um requisito para a coragem.
Compartilhando Nossa Coragem.
Uma vez que recebemos encorajamento do Senhor, somos admoestados a compartilhá-lo. Hebreus 3.13 exorta:
Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje...
O encorajamento deve fazer parte de nossas vidas. E onde melhor praticá-lo do que em nossa família, com a qual interagimos diariamente? Você pode ser uma grande bênção para seu cônjuge e filhos, apenas sendo um encorajador ativo como Barnabé.
Seu verdadeiro nome era José, mas recebeu este apelido, pois ele se adequava perfeitamente ao seu ministério. "Barnabé" significa "filho do encorajamento". Ele era importante para o plano de Deus, pois encorajou Paulo e Marcos em seus ministérios como também a muitos outros crentes. Pense em sua grande contribuição apenas por encorajar Paulo que nos proporcionou tanto conhecimento através de suas escritas divinamente inspiradas! Você já ouviu o ditado: "Por trás de todo grande homem, uma grande mulher". Bem, talvez devêssemos fazer algumas substituições: "Por trás de cada mulher ou homem bem-sucedidos há um encorajador".
Os encorajadores são raramente reconhecidos, e sua importância, quase nunca percebida. Mas eles são importantes! Você pode ter um ministério encorajador e maravilhoso em sua família.
Embora Paulo carregasse a reputação de perseguidor do« cristãos, Barnabé teve coragem de encontrá-lo após ele ter-se convertido. Ele não apenas obedeceu ao Senhor, encontrando-se com Paulo pessoalmente, como também encorajou os outros crentes a confiarem em sua atitude. Ele teve coragem e, então, compartilhou-a com os demais, a fim dé apoiá-los e mostrar-lhes como deveriam persistir.

15 de setembro de 2011


Criando os filhos no caminho de Deus – parte 15

Livro de Kathi Hudson - CPAD


A Importância da Leitura

A habilidade de ler é essencial ao aprendizado e um importante ingrediente para uma vida de sucesso. Desse modo, para alcançarmos a vontade de Deus e sermos bem-sucedidos precisamos obedecer-lhe através da leitura da Bíblia. Como pais cristãos, nosso principal objetivo é treinar nossos filhos e desenvolver-lhe esta capacidade.
A Bíblia nos instrui repetidamente a lê-la, enfatizando o valor da leitura.
Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia... (Ap 1.3)
E leram o livro, na lei de Deus, e declarando e explicando o sentido, faziam que, lendo, se entendesse. (Ne 8.8)
Várias questões vêm à tona quando discutimos a importância da leitura. Em primeiro lugar, nossos filhos estão aptos a ler bem? Será que estamos alertas para os chocantes índices de ignorância entre os adultos, resultado das inabilidades de leituras desenvolvidas na escola? Na verdade um estudo feito pelo Departamento Americano de Educação, em 1993, revela que mais de dois terços dos alunos d quarta série, oitava série e terceiro colegial não são leitores "competentes"! Uma estatística impressionante; os pais devem ficar alertas a este perigo.
Para que nossos filhos sejam bem-sucedidos em cada área de suas vidas, eles precisam ser hábeis leitores. Apenas uma pequena porcentagem de estudantes em qualquer nível escolar americano — entre dois a quatro por cento — lê em nível "avançado". Esta habilidade é vital tanto para o estudo das Escrituras, bem como para o sucesso em qualquer! tipo de trabalho especializado, segurança ou informação do cidadão que deseja verdadeiramente viver uma vida de qualidade. A leitura é importante para o aprendizado, entretenimento e funções básicas de atuação social.
Você pode ajudar seu filho a tornar-se um leitor exemplar. Não é difícil. Este capítulo lhe dará algumas idéias.
Muitas escolas americanas estão adotando uma nova técnica de aprendizado chamada "linguagem completa". Através deste método, as crianças aprendem a ler pela literatura. Infelizmente, se a linguagem completa não for combinada com a fônica intensiva, os alunos aprendem apenas ai "adivinhar" palavras, baseados em palpites sobre contexto, ilustrações e cartas.
Caso você sinta que seu filho não está lendo como deveria, verifique os métodos de ensino usados em sua escola.
Se nossos filhos podem ler, precisamos nos certificar desta habilidade. Nossos filhos lêem a Palavra e se baseiam nela, ou imitam as personalidades da televisão?

11 de setembro de 2011

No Mundo inteiro - Diante do Trono

 No Mundo inteiro -  Diante do Trono

Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças de toda língua e cor
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças queridas do Salvador
No Mundo Inteiro
Queremos Cantar
O amor que Jesus
Tem por todas as crianças
Em todas as nações
Em todo lugar!
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças de toda língua e cor
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças queridas do Salvador
No Mundo Inteiro
Queremos Cantar
O amor que Jesus
Tem por todas as crianças
Em todas as nações
Em todo lugar!
Crianças no Brasil:
Jesus Te Ama
Lá entre os índios também:
Oyokopi Ituko´oviti (Terena)
Na América do Sul:
Jesús Te Ama (Espanhol)
E lá no norte também:
Jesus Loves You (Inglês)
Crianças no Mundo Inteiro!
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças de toda língua e cor
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças queridas do Salvador
Crianças na Europa:
Jezusi Të Do (Albanês)
E lá na África também:
Jesus Ogbe Ednva Aniyamo (Dialeto Bijagô)
No Oriente Médio:
Yassua Byahabak (Árabe)
Lá na Ásia também:
Ieshu Anatatawo Ashiteru (Japonês)
Yeshu Pyar Kartha Hai (Hindi)
Crianças No Mundo Inteiro!
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças de toda língua e cor
Crianças, Crianças
No Mundo Inteiro
Crianças queridas do Salvador
Jesus Te Ama
Oyokopi Ituko´oviti (Terena)
Jesús Te Ama (Espanhol)
Jesus Loves You (Inglês)
Jezusi Të Do (Albanês)
Jesus Ogbe Ednva Aniyamo (Dialeto Bijagô)
Yassua Byahabak (Árabe)
Ieshu Anatatawo Ashiteru (Japonês)
Yeshu Pyar Kartha Hai (Hindi)
Crianças No Mundo Inteiro!

9 de setembro de 2011

Vi hoje no Voce Bonita - Gazeta

Suco para emagrecer – 09/09/2011

Ingredientes
  • 1 copo (200 ml) de água
  • 1 maçã
  • 1 banana
  • 1 colher de sopa de linhaça
  • 1 colher de sopa de gérmen de trigo

Modo de preparo

A maçã contém pectina, uma fibra que aumenta a saciedade, a banana é doce suprindo a necessidade de uma sobremesa. A linhaça melhora o funcionamento intestinal e é rica em ômega 3, uma substancia que evita depósito de gordura intra-abdominal. O gérmen de trigo tem quase todas as vitaminas, evitando a chamada síndrome da fome oculta (aquela vontade de comer o tempo todo de quem tem alguma carência alimentar).
Modo de PreparoBata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida.

8 de setembro de 2011


QUE DAREI AO SENHOR POR TODOS OS BENEFÍCIOS QUE ME TEM FEITO? Sl 116.12

Vejamos as últimas palavras de Jesus em Mateus 28.19-20:

“Portanto, IDE, ENSINAI todas as nações, BATIZANDO-AS em nome do Pai, do Filho e  do Espírito Santo; ENSINANDO-AS guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado e eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos. Amém.
E pra que isso aconteça é necessário primeiro vivermos o que está escrito em Mateus. Vejamos,
Mt 4.17 – Arrependei-vos porque é chegado o reino dos céus.
Mt 4.19 – Vinde após mim e eu vos farei pescadores de homens.
Mt 16.24 – Se alguém quiser vir após mim:
•Renuncie a si mesmo
•Tome sobre si a sua cruz
•E siga-me
Que darei ao Senhor por todos os benefícios que me tem feito?
Benefícios = favor, algo feito gratuitamente fez requerer pagamento

7 de setembro de 2011


Criando os filhos no caminho de Deus – parte 14

Livro de Kathi Hudson - CPAD


Ensinando-os a Tomar Boas Decisões

Os filhos que estão no piloto automático tomarão boas decisões. Eles desenvolverão respostas eficientes que dificultarão dilemas morais. Equipar nossos filhos com a sabedoria de Deus é o primeiro passo para ajudá-los a atingir estes objetivos.
Você sabe como as Sagradas Escrituras lhe foram ensinadas quando você ainda era bem -pequeno; e são elas que o fazem sábio para aceitar a salvação de Deus pela confiança em Cristo Jesus. A Bíblia inteira nos foi dada por inspiração de Deus, e é útil para nos ensinar o que é verdadeiro, e para nos fazer compreender o que está errado em nossas vidas; ela nos endireita e nos ajuda afazer o que é correto. Ela é o meio que Deus utiliza para nos fazer bem preparados em todos os pontos, perfeitamente habilitados para fazer o bem a todo mundo. (2 Tm 3.15-17, A Bíblia Viva)
A sabedoria bíblica é a melhor proteção disponível para seus filhos. Ela é importante, pois o torna consciente dos esforços desmedidos que o mundo usará para impedir seus filhos de tomarem decisões cristãs. É necessário que nossos filhos estejam aptos a identificar a falsidade destes processos de pensamentos mundanos e possuam uma estratégia de alternativa positiva e santa em suas decisões.
As crianças são expostas aos valores mundanos através de uma vasta gama de mídia, incluindo televisão, música, filmes, livros, amizades e, especialmente, as escolas. Quando as escolas públicas tiveram início nos Estados Unidos, Bíblia era usada como livro didático, e os padrões bíblicos eram reforçados. Desde então, tem havido um trágico desvio em direção à educação progressiva e aos valores humanísticos. Os padrões de certo e errado nas salas de aula têm sido direcionados para uma "natureza relativa". A classificação de valores e a ética situacionista têm se tornado norma. Em Provérbios 3.21 somos instruídos a possuir objetivos: sabedoria e senso comum, os quais nos manterão no caminho de Deus.
Para neutralizar os valores mundanos transmitidos nas escolas e através da mídia secular, precisamos ensinar nossos filhos a serem sábios e terem discernimento. Podemos proporcionar-lhes um processo de atividades específico, fim de que possam tomar boas decisões. Desse modo nos manteremos em oposição ao processo de esclarecimento de valores, os quais se fundamentam em decisões estabelecidas a partir de um ponto de vista mundano. Podemos utilizar os jogos de esclarecimento como um laboratório aprendizado, eles manterão nossos filhos afastados da visão deste mundo, tornando-os hábeis em suas decisões.


Havia um jovem chamado James Stewart que não era cristão; era, na verdade, contra os cristãos. Um dia, sua mãe comprou-lhe uma Bíblia e colocou-a sobre a mesa:
Aqui está, filho, esta é sua nova Bíblia — disse ela. James perguntou:
Para que é isto?
Você ainda não sabe, mas está quase se tornando um cris­tão — disse-lhe sua mãe.
Não, não estou — replicou James. — Vou jogar futebol e vou para o inferno.
Naquela noite, a mãe de James colocou-se em pé e disse: "Meu filho vai-se tornar um cristão. Ele não sabe ainda, mas eu já estou agradecendo a Deus".

Então, os amigos de James começaram a vir falar-lhe na rua:
Fiquei sabendo que você se tornou um cristão.
Não, é apenas a maluca de minha mãe — disse ele. — Eu vou jogar futebol e vou para o inferno.
Mas sua mãe disse ao pastor: "Eu gostaria que o senhor reser­vasse vinte minutos sábado à noite para meu filho dar seu teste­munho".
Na sexta-feira à noite, James estava jogando futebol quando, de repente, sentiu a presença de Deus, bem ali no campo. Ele se ajoelhou e orou na frente de todos: "Deus, eu realmente preciso de ti em minha vida. Se tu podes fazer a diferença, vem e toma minha vida. Salva-me, custe o que custar. Faça-me nascer de novo".
James saiu correndo do campo e, ainda vestindo seu unifor­me, cruzou as ruas, subiu as escadas e entrou em casa. Ele abra­çou sua mãe e proclamou:
Mãe, acabei de me tornar um cristão!
É claro! — respondeu ela. — Eu estou avisando você há três semanas!
Esta é uma história real sobre agradecer a Deus antes que as coisas aconteçam. A lição é: há poder na gratidão. Cada um de nós pode dizer: "Senhor, sei que tenho problemas, mas eu te agra­deço porque não há situação da qual tu não possas tomar conta". Essa é a fé verdadeira — agradecer a Deus antes de receber.

Extraído do livro RESPOSTAS PARA OS GRANDES PROBLEMAS DA VIDA – Rick Warren
CARACTERÍSTICAS DA MULHER VIRTUOSA
 Pv 31.10-31.

É impossível falar sobre os deveres da esposa, sem pensar em Provérbios 31. A pergunta que quase sempre fazem, quando se trata de mulher, é esta: “Em que consiste a beleza da mulher? 
Os dois extremos: As super vaidosas. São aquelas que extrapolam os limites do bom senso. Todo exagero não é saudável. Pedro, quando escreve para igreja de Jerusalém , está preocupado, com o  excesso no vestir, na ornamentação, no pentear os cabelos das mulheres cristãs. Paulo, aconselha as mulheres, para que se vistam com modéstia e honestidade. As desleixadas, são aquelas que confundem simplicidade com desleixo, humildade com descuido e negligência. Nenhum dos dois extremos servem para as filhas de Deus. A Bíblia nos orienta sempre a buscar o equilíbrio, a moderação .
1.      A mulher virtuosa evangeliza sem palavras. Viver refletindo o caráter de Cristo, fala mais alto do que a própria voz. Se algumas esposas se preocupassem em falar mais com a vida do que com a boca, muitos maridos já tinham se convertido. 1 Pe 3.1.
2.      Controlada no seu temperamento, (MANSIDÃO). “Mas o fruto do Espírito é: ... mansidão...” Gl 5:22.  A mulher virtuosa, tem o seu temperamento controlado pelo Espírito Santo. “Sejam belas interiormente, em seus corações, com  encanto duradouro  de um espírito amável  e manso, que é tão precioso para Deus.” 1 Pe 3.4.( Bíblia Viva)

6 de setembro de 2011

ALGUNS TIPOS DE MULHERES QUE NÃO CONQUISTAM OS  MARIDOS E FILHOS.
Pr. Josué Gonçalves

1. Desleixada. (É aquela que não se preocupa com a limpeza e nem com a ordem das coisas em casa). Sendo o lar o lugar onde passamos a maior parte do tempo de nossa vida, é fundamental mantê-lo sempre o mais limpo possível.
2. Preguiçosa. (é quando se tem muitas coisas para fazer, e mesmo assim ela consegue dormir até ao meio dia, quase todos os dias). Não tenho nada contra as mulheres que dormem até mais tarde, se estas conseguem manter tudo em ordem.
3. Passiva . A mulher que, quando procurada pelo marido para dar uma opinião diz; “o que você fizer  está bom”, “para mim serve qualquer coisa”, “faz como você achar melhor”, esta é a esposa passiva. Esta atitude não é de uma mulher virtuosa.
4. Insubmissa ( É quando a mulher diz: ”minha vó foi assim, minha mãe é assim e eu vou morrer assim, gostou...) Toda esposa que age assim, está investindo na falência da relação conjugal.
5. Ansiosa.  Ansiedade é um estado afetivo em que causa sentimento de insegurança. A mulher ansiosa deixa qualquer marido perturbado.

5 de setembro de 2011

3 de setembro de 2011

Criando os filhos no caminho de Deus – parte 13


Livro de Kathi Hudson - CPAD


Ensinando Sabedoria e Conhecimento da Vontade de Deus

Deus lhe oferecesse qualquer coisa que quisesse, o que pediria? Salomão teve esta experiência. Em 1 Reis 3.5 observamos que Deus lhe disse: "Pede o que quiseres que te dê". Salomão pediu habilidade para discernir entre o certo e o errado e julgar corretamente, pois seu pai Davi havia lhe ensinado a grande importância da sabedoria, dizendo:
A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria; sim, com tudo o que possuis, adquire o entendimento. (Pv 4.7)
Como pais, é importante buscarmos também a sabedoria e o conhecimento, a fim de cultivar em nossos filhos a importância dessas virtudes. A sabedoria lhes dará corações e mentes dotados de discernimentos, aptos a distinguir o certo do errado. Então, através de seu bom treinamento eles agirão automaticamente de modo correto. Quando nossos filhos tornarem-se sábios, poderão ver o valor da vida justa e estarão protegidos da tentação.
Nossas famílias deveriam, por muitas razões, valoriza ao máximo o fato de a pessoa possuir sabedoria. Em primeiro lugar, as Escrituras nos afirmam que a sabedoria preciosa e a devemos buscar. De fato, a Bíblia diz que nada se compara à sabedoria. Isto significa que ela é muito me" importante que qualquer conhecimento mundano, habilidade, dom ou posse.
Aceitai a minha correção, e não a prata, e o conhecimento mais dê que o ouro fino escolhido. Porque melhor é a sabedoria do que rubins; e de tudo o que se deseja nada se pode comparar com ela. (Pv 8.10,11)
Quanto melhor ê adquirir a sabedoria do que o ouro! E quanto mais excelente, adquirir a prudência do que a prata! (Pv 16.16)
A sabedoria está diretamente ligada à compreensão e ao conhecimento. Se formos sábios, estaremos também aptos a discernir o certo e o errado; agindo corretamente. A sabedoria nos ajudará a sermos mais crentes e melhor servirmos ao Senhor, tornando-se infinitamente preciosa e jada.
Poder e força são resultados da sabedoria.
Um varão sábio é forte, e o varão de conhecimento consolida a força (Pv 24.5)
Sermos sábios e reconhecermos que estamos dentro vontade de Deus nos dá confiança e poder, pois não há que possa vencer o Senhor; sua verdade é suprema. Há poder no sangue de Cristo; e, se o seguirmos, não podemos falhar. Nossa força está nEle.
A confiança que temos em seu poder e força operantes é apenas uma das muitas bênçãos resultantes da sabedoria. Imagine todos as falhas na vida daquele a quem falta esta virtude. Se buscarmos a sabedoria do Senhor e agirmos segundo ela, somos poupados destes enganos e experimentamos as bênçãos recebidas através da obediência.
Bem-aventurado o homem que acha a sabedoria, e o homem que adquire conhecimento. (Pv 3.13)

2 de setembro de 2011

Criando os filhos no caminho de Deus – parte 12


Livro de Kathi Hudson - CPAD


Ensinar: Usando a Vida como Sala de Aula

Como todos nós sabemos, a aprendizagem não acontece por simples osmose. Se assim fosse, nenhum de nós precisaria freqüentar a escola. Aprenderíamos a ler apenas assistindo aos outros e olhando as palavras. Todos nós nos tornaríamos doutos apenas pelo fato de segurar a Bíblia junto no nosso peito e nunca realmente lê-la. Algumas vezes, eu gostaria que isto fosse verdade, mas infelizmente não é. O aprendizado requer esforço.
Enquanto o exemplo surte grande impacto sobre a vida de nossos filhos, uma vez que "atos falam mais alto do que palavras", o treinamento não é completo sem outro importante elemento: ensino.
Há muitas coisas que você pode ensinar a uma criança: jogar basquete, cozinhar, pintar, história, gramática, línguas estrangeiras e jardinagem. A lista é infindável. Neste livro, estaremos focalizando quatro áreas principais:
Usando a vida como experiência de aprendizado.
Ensinando sabedoria e conhecimento da vontade de Deus.
Ensinando seu filho a tomar boas decisões.
A importância da leitura.
Estas quatro áreas principais são de grande importância para o desenvolvimento espiritual de seu filho. Elas estão essencialmente relacionadas a todos os outros tópicos de aprendizado e, primeiro, sob a responsabilidade do treina mento doméstico.
Estou certa de que ao menos um leitor está pensando "Mas eu mando minhas crianças para a escola com a finalidade de aprender. Não sou professor. Os professores da escola são muito mais qualificados do que eu para ensine meu filho. E o que ele não aprender na escola, aprenderá na Escola Dominical".
Não podemos incumbir os professores do colégio ou da Escola Dominical de darem exemplo aos nossos filhos, pois passam muito menos tempo com eles, tampouco negligenciar nossa responsabilidade de ensiná-los em casa.
O Senhor os coloca inteiramente sobre nossos ombros! Podemos escolher delegar algumas destas obrigações de ensinamento e exemplos à escola ou à igreja, mas não podemos abdicar de nossa responsabilidade por nossos filhos. Definitivamente somos nós, os pais, que precisamos enfrentar o Senhor e prestar contas deste treinamento, incluindo seu ensino.
Lembre-se, há duas desvantagens principais em delega importantes instruções aos professores de seus filhos:
1. O professor é responsável por uma sala de aula repleta de alunos — pelo menos vinte, e talvez quase quarenta. Ele ou ela não pode dar a seu filho a atenção particular que você pode prover como pai ou mãe. Este ensino personalizado prove uma oportunidade para a vital intera

1 de setembro de 2011

Criando os filhos no caminho de Deus – parte 11


Livro de Kathi Hudson - CPAD


Televisão: O Grande Intruso

Televisão, se não controlada, torna-se a maior influência externa e intrusa nos lares, causando danos tremendos à nossa união, aos valores e ao desenvolvimento de nossos filhos. Certa vez, uma velha amiga minha a denominou "a droga em forma de aparelho".
Certamente, a televisão também possui seus benefícios. Minha família gosta muito dos programas do Discovery Channel; um canal que apresenta descobertas em todo o mundo; onde aprendemos muito sobre história, consertos domésticos, habilidades e outros. Alguns programas de aprendizado infantil podem ser benéficos; todos concordamos que notícias, alguns programas de entrevistas e discussões políticas sejam informativos. Mesmo algumas comédias saudáveis podem fornecer algum divertimento relaxante.
A chave para extrair o melhor, quando nossa família assiste televisão, é selecionar cuidadosamente a qualidade dos programas e moderar a freqüência.
Infelizmente, em muitos lares a televisão permanece ligada quase todo o tempo, e as crianças são os primeiros espectadores e selecionadores da programação. A media tempo em frente à telinha é de sete horas por dia! Uau! Quem você pensa ser o exemplo das crianças nestas famílias?
Na América, as crianças de três anos de idade assistem TV tanto quanto uma criança de dez anos — uma proporção de trinta horas por semana! Isto significa que, quando a criança iniciar o primeiro grau, terá assistido mais de cinco mil horas de televisão. (Aos sete anos, terá visto aproximadamente quinze mil horas de programação.)
Bem, e se estas cinco mil horas forem de programas educacionais de qualidade? Seria tal quantidade apropriada? Pessoalmente, penso que não. O que a criança assiste! importante, mas o que está perdendo também. Uma criança que assiste televisão por muito tempo não pode ler, brincar fora de casa em companhia de outras crianças, interagir intimamente com os pais em oportunidades criativas, participar de jogos bíblicos ou realizar projetos de arte. A criança não desenvolve suas habilidades sociais e de imaginação enquanto assiste à TV.
Os adolescentes passam em média vinte horas por semana assistindo televisão. Enquanto a quantidade de tempo tem diminuído, devido ao aumento das atividades escolares e extracurriculares, a qualidade de tal contemplação costuma piorar. Vídeos musicais e filmes, suas escolhas preferidas — são, na maioria, temas mundanos censuráveis.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Filme: Uma razão para cantar